Pensar los vínculos sociales en Iberoamérica.
Lenguajes, experiencias y temporalidades (siglos XVI-XXI)
1-4 sept. 2020 Paris (Francia)

Resumen Simposios > Experiência migratória, dinâmicas urbanas e vínculos sociais: atores, agency, visibilidade (séculos XIX-XXI)

Experiência migratória, dinâmicas urbanas e vínculos sociais: atores, agency, visibilidade (séculos XIX-XXI)

Coordinadores

Mônica Raisa Schpun – Mondes américains/CRBC – EHESS

Eugenia Scarzanella, Università degli studi di Bologna

Oswaldo Truzzi – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

 

Este simpósio busca reunir pesquisadores tratando da experiência urbana dos (i)migrantes. Apresentaremos – e confrontaremos – estudos de caso em que tais atores sociais deixam suas marcas no espaço urbano. Trata-se de trazer à tona as formas de hospitalidade, os conflitos e as barreiras que se impõem e permeiam essa entrada de forasteiros nas cidades. E, também, de enfocar dinâmicas urbanas graças às quais, através das quais ou apesar das quais, segundo estratégias individuais e/ou coletivas, os (i)migrantes inserem-se no tecido urbano, agindo sobre ele, transformando-o e reagindo às normas que, muitas vezes, buscam circunscrever e regular sua presença, limitar sua visibilidade. O processo é duplo: parte das formas tomadas pela vida urbana, mas também da ação dos (i)migrantes que ocupam o espaço das cidades, transformam-no, fazendo-se mais ou menos visíveis segundo os contextos e as sobre-determinações históricas. Fazem parte desses processos as transformações dos “bairros étnicos”, marcados pela convivência entre novos e velhos (i)migrantes do mesmo grupo, ou pela substituição de grupos mais antigos por outros, mais recentes. A cooperação entre (i)migrantes em associações étnicas, comitês de bairro e sindicatos marca, enfim, de diversas formas, a vida urbana.

 

Comunicaciones seleccionadas

  • Valéria De Oliveira, Universidade Federal de Rondônia  (UNIR), Haitianos na Amazônia: marcas na cotidianidade urbana de Porto Velho
  • Renan Vidal Mina, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Para além das lavouras: o “jogo duplo” de uma elite italiana em Campinas-SP, 1881- 1900
  • Fabiana Marchetti, Universidade de São Paulo (USP), Produção de livros, circulação de ideias: a editora Difel em face à dinâmica cultural e econômica da cidade de São Paulo nos anos 1950
  • Alejandro Fernandez, (Universidad Nacional de Luján, Argentina), Mutualismo y beneficencia en la colectividad española de Buenos Aires. Un enfoque comparativo
  • María Dolores Lorenzo y Leonor Ludlow, Universidad Nacional Autónoma de México  (UNAM), Negocios urbanos de los inmigrantes españoles en México, 1880-1920
  • Emanuele Carvalheira de Maupeou, Université de Toulouse Jean-Jaurès, La communauté française à Recife au XIXe siècle – hospitalité, adversités et adaptations
  • Miguel Rodriguez, Sorbonne Université  (CRIMIC), De la Virgen patrona a la "Raza española"
  • Susana Mangana, Dir. Cátedra Permanente de Islam, Universidad Católica de Uruguay, Inmigrantes musulmanes en la sociedad «laica» de Uruguay. Retos para la socialización y creación de mezquitas
  • Sandra Carreras, Ibero-Amerikanisches Institut PK, Berlín (IAI), Entre la visibilidad y la invisibilidad: los espacios urbanos de la emigración germanohablante en el Río de la Plata
  • Laure Guillot Farneti, Université Lumière Lyon 2, Estudo de caso das migrações recentes em dois bairros periféricos de São Paulo
  • Cristina Gomez Johnson, Departamento de Historia, Universidad Iberoamericana  (Ibero), ¿Migración en tránsito o permanente? Cuando la integración es un imperativo: solicitantes de refugio en Estados Unidos
  • Ignacia Morales Reyes, Prof. Investigador de la Facultad de Ciencias Sociales Benemérita Universidad Autónoma de Puebla, Migrantes de Retorno, nuevas representaciones sociales en los espacios urbanos. (El caso de la región de Tehuacán, México)
  • Maria Izilda Santos de Matos, (PUC/SP e CNPQ), Presenças e ocultamentos: mulheres imigrantes na cidades paulista (São Paulo/Br, 1880-1930)
  • Mônica Raisa Schpun – Mondes américains/CRBC – EHESS, Os Nipo-paulistanos, o bairro da Liberdade a a perseguição étnica (1937-45)
  • Eugenia Scaranella, Università degli studi di Bologna, La migración, la ciudad y la fabrica: Córdoba, Belo Horizonte y la Fiat (1954-1976)
  • Oswaldo Truzzi – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Entre o interior e a capital: percursos histórico-sociais na incorporação de imigrantes estrangeiros em São Paulo (1880-1950)

 

Personas conectadas : 1